segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Pitr Paksha - Quinzena de Adoração aos Ancestrais




               Todos os anos antes do Grande Festival da Deusa, o NavaRatri, que é realizado próximo aos equinócios de Outono e de Primavera, nós temos um período para expressar nossa gratidão aos nossos ancestrais. Esse período de uma quinzena é chamado de Pitr Paksha. Neste ano de 2019 o Pitr Paksha do NavaRatri acontece no período de 14 de Setembro até o dia 28 de Setembro (Amavasya). Nestes dias vamos relembrar com carinho nossos ancestrais, meditar sobre suas vidas e seus anseios e sobre como eles nos ajudaram à conquistar todos os nossos objetivos e a estar aqui, em adoração, nos dias de hoje. Vamos rever fotos antigas, lembrar bons momentos e estórias que nos foram contadas e, quem sabe, preparar alguns pratos que eram apreciados por nossos avós e bisavós. Reviver nossa história pessoal é prestar gratidão à todos aqueles que nos antecederam.


               Basta uma pequena reflexão para apreciarmos que tudo o que somos e o que conquistamos foi devido ao alicerce oferecido por nossos ancestrais. Os corpos que habitamos hoje não “surgiram do nada” quando tomamos consciência de quem somos. Estes corpos foram “emprestados” por nossos ancestrais e serão transmitidos à nossos descendentes. Este corpo que é transmitido à cada geração e que permite a auto-realização de cada membro das famílias é chamado de Linga Sharira. È através do Linga Sharira que recebemos duas importantes heranças Divinas: Bhaga e Amsha, que são personificadas como dois dos doze Adityas - filhos da Grande Deusa Aditi. Bhaga é a herança física que pode ser interna ou externa. Internamente ele (Bhaga) é a nossa força física, nossa imunidade e outros “dons” manifestados no corpo físico que recebidos de nossos pais e avós. Externamente ele é o patrimônio e outros bens materiais herdados. Já Amsha é a fração da partilha Divina que nos coube, nossa “sorte”, as bênçãos que recebemos e o fruto dos méritos espirituais (Punya) que nos permitem uma vida mais harmoniosa. 


               Uma prática tradicional nestes dias de Pitr Paksha é oferecer “Tarpanam” aos nossos ancestrais. Esta pequena cerimônia pode ser feita por todos. Para o devoto os preparativos são bem simples: basta dispor de um pequeno vasilhame, tipo um copinho de metal, e uma pequena colher. Preencheremos este copinho com água da fonte mais pura possível, podemos usar água mineral, recitamos então uma volta (108 vezes) de JapaMala do Mantra de nosso Ishta Deva que é o nosso ideal de Perfeição (Durga, Ganesha, Kali, Shiva, Krishna ...) e à seguir o seguinte Mantra:


पिता स्वर्गः पिता धर्मः पिता हि परमं तपः 

पितरि प्रीतिमापन्ने प्रीयन्ते सर्वदेवताः 

om pitā svargaḥ pitā dharmaḥ pitā hi paramaṁ tapaḥ   |

pitari prītimāpanne prīyante sarvadevatāḥ   ||

“ OM, meus ancestrais são o meu paraíso. Meus ancestrais são o meu Dharma. Meus ancestrais são a minha mais elevada austeridade. Meus ancestrais estão satisfeitos, todos os Deuses estão satisfeitos. “


               Então, com a colher, uma pequena quantidade da água consagrada (Tarpanam) é oferecida ao solo ou sobre um pequeno pires de barro. O restante do que foi preparado pode ser lançado num jardim ou canteiro, ou ainda aos pés de uma árvore bem frondosa. O Sadhaka, aquele que foi iniciado no Dharma e mantém disciplinas espirituais regulares, pode oferecer Tarpanam logo após sua Sadhana diária ou junto com as práticas do Sandhya Vandanam,  usando os artigos rituais condizentes com a situação – Kosha e Koshi ou vasilhames de metal apropriados. Lembremos que esta prática é muitíssimo importante para aqueles que se dedicam a Kapala Sadhana e outras disciplinas espirituais semelhantes. 


               Na noite de 28 de Setembro de 2019 será celebrado o MahaLaya que simboliza a Grande Dissolução anterior à criação de um novo Universo. Este novo ciclo manifesta-se através do NavaRatri. Esta noite é muito especial para a realização de determinados rituais Tantricos.


               È só depois deste período de reflexão e de prática de gratidão que a Deusa é adorada em sua magnífica manifestação como MÃE. Seguindo o calendário litúrgico teremos então o NavaRatri, as nove noites da Deusa, começando no dia 29 de Setembro de 2019. 


Jaya Maa, Louvada seja a Mãe do Universo.


Nenhum comentário: